quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

CHULÉ

PARTE 1


Quem nunca teve chulé que atire a primeira meia.
Mas atire pra bem longe de preferência.
E se não for pedir muito, pode tocar fogo, também.
Eu por exemplo, quando tinha 12 aninhos, era o rei do chulé na minha turma.
E, cá entre nós, era simplesmente idolatrado por esse meu...dom.
Bastava terminar a partida de futebol e a molecada já começava a gritar:
- Mostra a meia MH!!! Mostra a meia!!!.
Exibido que era, eu atendia meus súditos e saia correndo atrás deles com a meia empesteada de chulé.
A gargalhada era geral. Menos do pobre Sandrinho que era o menino da turma que corria menos.
Mas o meu reinado chulezento terminou numa noite fria de junho quando minha mãe atirou todas as minhas meia numa fogueira de São João.
O Santo detestou a oferenda.
O Sandrinho adorou.

PARTE 2

Agora chulé mesmo tinha o meu tio Agripino.
Na verdade, esse não era o nome dele, mas quero preservar sua verdadeira identidade...e eu sempre quis ter um Tio Agripino.
Posso?
Bom, sei que o chulé do Tio Agripino era indecoroso.
Era algo vivo, físico, uma espécie de entidade que dominava o ambiente.
E quando ele ia dormir lá em casa, era uma verdadeira desgraça.
Meus irmãos corriam para a sala e sobrava pra mim dormir com “A Entidade”.
Eu era miudinho e dormíamos os dois na mesma cama.
Eu pra cima. E ele com o pé podre enfiado nas minhas ventas.
Juro, naquela hora se eu encontrasse um rabo de gambá, eu enfiava no nariz pra me livrar daquela catinga.
O tempo passou e eu nunca mais vi o Tio Agripino.
Dizem que ele morreu há muitos anos de uma doença respiratória crônica.
Pudera...se eu fosse o nariz dele, mais cedo ou mais tarde, também me recusava a respirar.


PARTE 3

Por fim, ficam aqui algumas teorias minhas a respeito do assunto:

A) MEDICINA: O chulé é uma espécie de doença que se alastra pelo seu corpo e só pode ser detido amputando a parte apodrecida. No caso: a meia.

B) ECOLOGIA: Dizem que o pum do porco acaba com a camada de Ozônio. Por isso, querem matar alguns porcos para resolver o problema. Na verdade, o que acaba com a camada de Ozônio mesmo é o chulé. A solução? Matar os porcos, oras.

C) POLÍCIA: Assim como a maconha e a cocaína, o chulé devia ser considerado um droga ilícita. Tô até imaginando o Capitão Nascimento botando o saco no pé de alguém e gritando:

- Você não é chulé, você é moleque!! Pede pra sair!! Pede pra sair!!

41 comentários:

Jose disse...

Nota de rodapé:
Texto chulo e meia boca.
Grande mancada falar assim do seu tio.
Voce merecia tomar um pé d'ouvido!
Ter chulé é uma droga!
(quantos trocadilhos voce encontrou nesta mensagem?)

P.S.: Faça como o Kabello: Use meias com "dedinhos".

Pronto, falei.

(Bichão, tô rindo até agora...)

Better Together disse...

"Eu era miudinho e dormíamos os dois na mesma cama.
Eu pra cima. E ele com o pé podre enfiado nas minhas ventas."

Eu rachei de rir nessa parte, não me contive, eu GARGALHEI!
uahuahuahuhauahuhauhauuhhuahuau

Arrasou!
Mas pior que o Tio Agripino, deve ser minha irmã, Jesuis! A nega tem um chulé, que quando chega em casa e se descalça, todo mundo que entra no quarto, sem excessão fala: -NOSSSSSSSSSAAAAAAAA!
uahauhauhauha
E alguns se arriscam:
-Minha fia, dá um jeito nisso!

uahuahuahahua

Beijo!

Andreia disse...

Já falei pra Elaine que o seu blog é para mim como o livrinho "momentos de sabedoria"... qdo estou p da vida aqui no trabalho entro no blog pra dar umas risadas e aliviar o stress... Muito bom!!
Beijos
Andreia

Beto disse...

Você tá ficando bom nisso, hein Magriça!

Eu te vejo como um futuro Walcyr Carrasco... só que gay.

Beijo no pé,
Beto

Kabello disse...

Meu, SEEEEENSACIONAL. Caguei de dar risada. Parabéns. Mas como o Zé bem disse aí acima, é verdade: use as meias de dedinhos que tudo se resolve, sem dúvida!!! Parabéns.

JUNIOR disse...

Mostra a meia MH! Mostra a meia MH! Até hoje você deve ouvir isso né chulezento? Mas das mulheres pedindo pra ver o que você tem embaixo da cueca. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...

Fernanda Perrú disse...

muito engraçado... mas vejo que nos comentários ninguém assume seu próprio chulé e sim dos outros...

cara, eu trabalho de sapato fechado o dia inteiro, não há sapato nem meia que aguentem. mas pra piorar quando coloco o sapato com a meia do lado em casa minha gatinha vai lá e fica cheirando e enfiando o focinho dentro do meu sapato e meia... minha irmã disse que ela é viciada nisso!!!

quem merece???

Gastón disse...

MH, você usava Reebok Pump sem meia? Aquele tenão de astronauta virava uma estufa de chulé. E você ainda apertava aquela bolinha de basquete e o tênis inflava. Tudo pra pressurizar a cabine proliferadora de fungos. Não se fazem mais tênis como antigamente...

Paulinha disse...

MH, depois do bolo pro cego eu podia esperar qualquer coisa de você...kkkk não consigo para de ir. Amei o blog!!!!!!

Psicopata disse...

cara!
mto bom como sempre!!
hahah chulé é uma entidade! algo vivo ahahhaha
pé podre nas minhas ventas kkkkkkkk
abraço MH!

rh disse...

E vocês acham que existia Reebok naquela época?
O infeliz usava era aquele Bamba horrível mesmo. Mil vezes pior que estufa. Pra ter um chulé desse era capaz de tirar a meia e sair sangue do pé, tão grudado que a bicha (no caso a meia, não ele) ficava.

Graças a Deus sou o caçula e nunca precisei dormir com tio Agripino.

Ciça disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA...Cara, sou sua fã!
Chulé é pior quem pum, né?!

Ovo disse...

Chulé só tem um jeito: manter o nariz a uns 2 metros de distância do pé. Pelo menos comigo tem funcionado... nunca senti nada...

Cláudia disse...

Chulé? Chulé era o produzido pelo uso da Melissa sem meia, o dia inteiro com aquele troço no pé, no clima fresquinho do Rio de Janeiro. Sinceramente, não sei como aquela sandália não derretia e não grudava na nossa pele, arrancando um tampo no fim do dia.
Era uma carniça aquilo, Deus do céu!

MH disse...

Ze: Agora fiquei com uma duvida: por que todo mundo te chama de "pé preto"? Será que teu pé apodereceu de tanto chulé? Em tempo, pra variar, muito bons seus trocadilhos. rsrsrsrs

PSICOPATA: Valeuuuuuuuu, rapá. Mas é sério, até hoje me lembro do falecido Tio Agripino..,principalmente quanto como gorgonzola.

BETTER: hahahahahahhahahha. Se o tio Agripino estivesse vivo, a gente podia apresenta-lo pra sua irmã. Imagina que casal fofo. hahahahahahah

Andréia: seja eternamente bem-vinda. Sempre vai ter uma historia cultural aqui sobre chulé, cueca e outros assuntos edificantes. rsrs

MH disse...

BETO: E a alegria que me deu quando vi teu nome aqui. Se eu tivesse um rabinho, ele ia ficar balançando muuuuuuuuuuuito. Obrigado pelos elogios (tanto pelo walcir como pelo gay) rsrsrsrs

KABELLO: Quem sou eu para discutir com alguém que usa uma meia tipo luva, com cinco dedinhos. Você é uma sumidade no assunto pés. E um tanto freak.

JUNIOR: Meu chulé impressionava. Ja o que eu tenho embaixo da cueca não impressiona ninguém.

FERNANDA: hahahahahahhaha. Sua gata ia amar meu Tio Agripino. tadinha, leva ela para uma clínica de desintoxicação. Ela tea viciada em chulé.

GASTON: Minha mãe uma vez me comprou um tênis Montreal Anti Microbiel. mas em pouco tempo o chulé anulou o efeito do Anti Microbiel. Agora, tênis que infla é genial, hahahahahah. Meu tio Agripino com certeza deve ter usado uma versão desse reebok Pump

MH disse...

PAULINHA: Bom ver você aqui. Volte sempre, viu. Aliás, o diabo do cego todo dia vem me vender uma flanelinha vermelha. Eu ja devo ter umas 20. Aff.

RH: Não era só a meia que ficava grudada no pé do Tio Agripino. O sapato também ficava. Acho que ele so usou um sapato a vida toda. Meu Deus...

CIÇA: Na verdade, chulé e pum é a mesma coisa. Só saem por lugares diferentes. Ou seja, chulé é um pum suado que fica guardado na meia.

MH disse...

OVO: Você estea coberto de razão. Ou seja, quanto maior o nariz...maior o chulé.

CLAUDIA: O Dia que eu for presidente, melissa vai ser proibido no Rio de janeiro. Melissa sem meia então..pena de morte na câmera de gás pra ver o que é bom pra tosse

Luca disse...

kakakaka

Tipo assim, que tal começar a espalhar minas detectoras de chulé. Na hora em que um chulezento pisar, ploft.

A primeira vez q venho aqui e adorei. Passa lá pelo meu tb!

:)

Johnny M. disse...

Uma verdadeira apologia, por que não dizer uma antologia do chulé. Pobre da minha prima que, ao cair de um cavalo, perdeu a capacidade olfativa, ficando assim privada de sentir o doce aroma dos chulés.

Better Together disse...

Ahhh já peguei o esquema de comentário, agora eu sempre checo de novo pra ver se o blogueiro deu uma "resposta"!
uahahuah

=)
Beijo!

luma disse...

Se cuida, se o chulé é hereditário, você pode ter o mesmo fim do tio Agripino! Beijus

Ovo disse...

MH: pra quem usa Melissa sem meia, câmara de gás não faz nem cócegas...
Melhor fuzilar logo.

MH disse...

LUCA: Meuuuuu, vou patentear tua idéia das minas anti-chulé. hauhauhauhauahua. Brilhante! Literalmente corta o mal pela raiz.

JOHNNY:Como sempre, seus comentários trazem palavras bem escolhidas. "antologia do chule" foi o maximo. Agora, pobre da sua prima que não vai poder sentir o doce aroma de vinhos, queijos e...claro...chulé.


LUMA: Bem lembrado. Pra evitar problemas vou deixar o pé na cândida todo dia antes de dormir.

OVO: Que tal uma mini guilhotina para os pés chulezentos?

Ana Paula disse...

Tô morrendo de rir aqui. Queria ser assim, tirar inspiração de coisas do cotidiano (Deus me livre, chulé fazer parte do meu dia-a-dia? rs) e fazer textos tão legais! Adorei, MH!

(Sobre os links nas vacas e as vacas na boca do sapo - ui!: Sabia que teve gente que se zangou e nos tirou dos links sem ao menos perguntar?)

Jéssica Torres disse...

Ah que é isso?! Como pude demorar a vir aqui?!
Bem, espero que minha vinda não seja associada ao cheiro do chulé que aparentemente, para mentes maquiavelicas, sarcasticas, e maldosas seria o que teria me atraido até aqui!
Mas ADMITO... com toda certeza passarei mais vez por aqui!

MH disse...

JESSICA: Aeeeeeeeee, volte sempre mesmo. Prometo que vou dar um jeito nesse cheiro de chulé que tá empesteando meu blog..aff. Quanto as mentes sarcásticas e maquiavélicas que andam por esse blog (inclusive quem vos fala), todo cuidado é pouco. Rsrs . beijos.


ANA PAULA: Inspiração quando o assunto é chulé nunca é uma boa idéia. Nessa hora o lance é sempre expirar..expirar..expirar (amei o elogio).

betinha... disse...

hauahaua... adoreiii o blog e o post! bem interessante a filosofia do chulé!... ta de parabéns..
tudu mtoo divertidu!

bj

Pendréz Mentos disse...

shuashasauhsasahasuhasuhasuhsauh

:D

chulé!!
:D

Na conta! disse...

Agora chulé mesmo tinha o meu tio Agripino.
Na verdade, esse não era o nome dele, mas quero preservar sua verdadeira identidade...e eu sempre quis ter um Tio Agripino.
Posso?


Tá, pode!

VELHO, HAHAHAHA
Rí demaaais da conta.

Sabe que eu sofro com isso:
O pé do meu irmão, não é pé cara. É algo indefinivel. E me pergunto se é por isso que ele torce pro flamengo.

Abç!

Dragus disse...

Bem chulé o post =p








Sacanagem... gostei dessa filosofia sobre o pé, ou parte dele.

Você é "dofilo"? =p

leonardo disse...

Agora chulé mesmo tinha o meu tio Agripino.
Na verdade, esse não era o nome dele, mas quero preservar sua verdadeira identidade...e eu sempre quis ter um Tio Agripino.
Posso?

a melhor parte do post, hehehhe

Lucas Afonso disse...

o chule.. companheiro de todas as crianças. auhuahuhahua. eu nunca fui bem em esportes, mas corria que nem um doido.

www.wanna-a-drink.blogspot.com

MH disse...

DRAGUS: hehe. Na verdade todos os meus posts são chulé. Mas esse é o úncio que assumiu. Hehe

LEONARDO: valeu pela visita. Abraços

NA CONTA: Olha, se o time faz diferença no cheiro do pé, eu não quero estar por perto quando um corintiano tirar a meia véia. Hahahahahhahha.

LUCAS: Corre é saudável. Principalmente se tem algum doido com uma meia podre correndo atrás de você. Salve-se quem puder. Rsrsrs.

Kira! disse...

Não tenho MUITO problema com chulé, porém ja dei vários 'foras' por causa disso! Muito, triste.
hahahha...

luma disse...

Passando pra dizer que tem dever de casa pra você lá no luz!! Bom fim de semana! Beijus

Fabiana disse...

Tinha um conhecido q o chule dele era algo inacreditavel, uma vez a mae de uma amiga nao aguentou. Estavamos conversando na casa dela entao surge a mulher com uma bacia e pinho sol. Cara, ela fez o moleque colocar os pes na bacia com desinfetante. Quando ele reclamava q tava ardendo, ela falava q tava matando os germes.

Putz a gente ri ate hj.

MH disse...

FABIANA: HAHAHAHAHHAHA. É por isso que eu digo, vou abrir um blog só de comentários. hehehe. Os comentários estão melhores do que os Posts. Em todo caso, fica aqui o conselho para todos: antes de dormir, pezinho no pinho sol

Renato Oliveira disse...

Gostei muito deste BLOG, muito fera.Bem descontraido!!!!
E este post do chulé entaum,ficou 10, vou recomendar este blog!!!
Sempre que puder farei um visita!

Fique na Paz brother!!!

www.sorogospel.blogspot.com

Anônimo disse...

bom comeco

Anônimo disse...

[url=http://kaufencialisgenerikade.com/]cialis[/url] kaufen cialis 20mg
[url=http://acquistocialisgenericoit.com/]cialis[/url] cialis senza ricetta
[url=http://comprarcialisgenericoes.com/]cialis[/url] venta cialis online
[url=http://achatcialisgeneriquefr.com/]acheter cialis[/url] acheter cialis pas cher